sábado, janeiro 21, 2006

manifesto, pedido, whatever... (copy paste do post no forum da scene.org)

Nos ultimos 5 anos tenho contribuído activamente para a divulgação da demoscene em Portugal, quer através da organização de demopoarties e demoshows, quer através de divulgação pessoal em websites, demoparties e outros. Há cerca de 2 semanas, foi o 5º aniversário da primeira party em Portugal que ditou o renascer da demoscene nacional: kep00 foi a plataforma de lançamento para todas as edições da inérciademoparty que se seguiram.

E o que conseguimos em 5 anos? Um evento anual de dimensões reduzidas, com um total de 50 produções nestes 5 anos de existência (excluíndo fast compos, música e gráficos). Conseguimos criar uma pequena comunidade de sceners que se juntam para beber uns copos, ir a demoparties no estrangeiro e falar por chat no irc, trocando ideias sobre tudo e mais alguma coisa.

Às vezes, sabe a pouco. Quando começámos isto, há uns tempos atrás, tinha em mente um crescimento exponencial nos primeiros 5 anos, que depois abrandaria até estabilizar num número de sceners portugueses da ordem dos 750 ou 1000. Os ares da Holanda, quiçá algum vestígio de marijuana ou cogumelos mágicos na atmosfera, foram os responsáveis por tamanho optimismo, e a verdade nua e crua arrancou-me desse mundo de fantasia: o número de sceners em Portugal não ultrapassa os 30. E não estamos a falar de sceners activos, senão os dedos das mãos devem chegar.

Como é que é possível? Será que a demoscene não é uma subcultura apelativa? Será que a Inércia não está a desenvolver um bom trabalho de divulgação? Será que o público em geral não concebe o computador como instrumento criativo?

Pode ser que uma mistura destes motivos todos esteja na origem da escassez de sceners cá dentro. Basta atravessar a fronteira e ver diversos grupos a organizar demoparties, criando assim uma concorrência salutar e dinâmica. Em Espanha, assim como noutros países europeus, a arte digital é vista com olhos mais curiosos e atentos, aqui em Portugal ainda é muito identificada com desenhos animados e vídeo-jogos.

Torna-se, então, imprescindível criar infraestruturas para que a demoscene se possa desenvolver em Portugal. Teria de haver pessoas interessadas, com meios (temporários, financeiros e estruturais) dispostas a apoiar esta causa.

E onde estão elas? Porque não as vemos em lado nenhum?

Em 2006, a inérciaDemoparty irá acontecer, como não podia deixar de ser, reunindo aficcionados e menos aficcionados, e isso por si trará a continuidade necessária para o projecto da Inércia. A novidade é, sem sobra de dúvidas, a magnitude do evento e a projecção que a party terá para o futuro. Enquanto que não posso fornecer detalhes neste momento, posso adiantar que o evento estará à altura de qualquer demoparty estrangeira (talvez mesmo breakpoint ou assembly).

Estará, ou estaria, não fosse o número de sceners tão baixo. Por isso, e pensando no que a casa gasta, tive esta ideia de vos pedir, a vós, sceners e interessados:

PRODUZAM! VISITEM PARTIES LÁ FORA! MOSTREM-SE! CRIEM PONTES DE COMUNICAÇÃO COM OUTROS SCENERS! PRODUZAM! FAÇAM PERGUNTAS, QUE NÓS TENTAREMOS RESPONDER! E POR FAVOR, PRODUZAM!!!

E nem é por nacionalismo que gostava que a scene portuguesa fosse activa, é para não ter de me deslocar mais de 500km para ir a uma demoparty em condições! :)

Um abraço,
Jorge "jeenio" Silva

8 Comentários:

Blogger KosmiC_Khaoz disse...

Já tinha respondido no scene.org e volto a responder aqui ;)

Isto com calma vai lá :D

Tenho cá o "feeling" (palavra mal escolhida lol) que alguma coisa vai mudar este ano ;) pode não ser muito mas vai...

greetz

21/1/06 21:35  
Blogger Jae686 disse...

me too. mas nao temos esse feeling todos os anos ?

22/1/06 00:16  
Blogger xernobyl disse...

Não, não temos "esse" feeling todos os anos.
:D

22/1/06 14:48  
Blogger KosmiC_Khaoz disse...

bom, acho que já posso falar disto...

Em Maio averá um evento, no parque das nações, relacionado com Demoscene. Por enquanto será mais vocacionado para pessoas que não costumam estar à frente do computador (visto que vai estar inserido numa exposição de arte) mas espero que todos apareçam.

Depois falo mais sobre isto e quando o site estiver acabado com os horários feito em meto aqui ;) mas ficam já a saber em primeira mão que algo irá acontecer. E não vai acabar aqui...

22/1/06 16:46  
Anonymous breakneck disse...

(escrito à pressa)
olá pessoal,
tenho tido esta ideia há muito tempo... acho que a scene não prolifera em portugal por duas razões:

1. recursos não aproveitados ao máximo
2. comunidade de sceners em pt não integrada no sistema (<- eu sei)

ou seja...

1. por exemplo este blog não devia ser um blog, acho eu, mas sim uma página normal, simples, informativa, com 3 secções: 1. notícias; 2. sceners portugueses; 3. parties

basicamente o que está em falta é a secção 2 e 3, onde cada um dos sceners que já produziu (portugueses) põe uma descrição de si e do seu trabalho, em 3 linhas, algo assim. teríamos uma página com pelo menos 10 pessoas, ordenada alfabeticamente. isto era mesmo preciso para os nossos saberem quem somos.

a secção de parties consistiria em textos sobre o que é uma party na sua totalidade, tudo o que já viram lá fora. tudo o que as parties representam deveria estar em lingua portuguesa nesta secção, onde naturalmente se incluiria a inércia demoparty.

e depois, através destas mudanças, atrair os sceners e fomentar a visualização de demos. muita gente anda no irc, podem andar no nosso canal também. essencialmente o que faz falta é --info *localizada* escrita por quem sabe--

e porque não promover encontros virtuais no nosso canal de IRC todos os 15 dias, ou algo do género?

espero que tenha ajudado
abraços
- breakneck/TDA

22/1/06 19:37  
Blogger Joao Viegas disse...

epa , eu pessoalmente , como estudante de eng. informatica e adepto de Maya 3d , as demos sempre me cativaram , e só praí á 3meses descobri a "scene" , e acho que falta umas quantas resources , tuts etc... ou entao eu nao sei procurar.... :P , anyway , se querem chamar mais pessoal talvez tenham de considerar um site mais user friendly , noob friendly etc , de modo a cativar o ppl....
como ja disseram por aí , o blog podia estar integrado no site , mas acho que nunca só o site...

7/2/06 16:27  
Blogger jeenio disse...

tens toda a razão...

por isso mesmo estou a tentar fazer um site, mas como so sei hmtl e ninguem se chega a frente vai sair borrada! de qualquer maneira, nao se perde nada.

a ver se no final desta semana já lanço o tal site proposto pelo breakneck e reinvidicado pelo joão viegas :)

8/2/06 13:35  
Blogger Joao Viegas disse...

se sair mal , quem criticar que faca melhor. tipo , "Disclaimer: procura se webdesigner para melhorar o layout da pagina , pré-requesitos , gosto pela scene e jeitinho para photoshop" :P

10/2/06 02:35  

Enviar um comentário

<< Inicio