quarta-feira, maio 23, 2007

as demos são mais que as mães

Olá amiguinhos e amiguinhas do internet;

Está na altura de fazer mais um belo "As Demos São Mais Que As Mães", o nosso post mais ou menos mensal em que damos sugestões das melhores demos dos ultimos tempos, agora com o nome correcto (ver demasiada demoscene.tv faz mal à cabeça). Começando pela The Gathering, demoparty que decorreu na Noruega durante o fim-de-semana da Breakpoint (também conhecido por fim-de-semana da Páscoa), o principal destaque vai para três demos:

Segue-se a Blockparty, actualmente a única party nos EUA, com duas boas 4kb:

Depois seguiram-se umas 3 partys sem produções a destacar, até à Outline, na Holanda, que contou com uma fantástica invitation dos Orb, o novo grupo do Keops. Demos a ver:

Por fim para finalizar o post temos a Birdie e a Simulatio que decorreram no passado fim de semana. Na Simulatio temos duas boas demos para óculos anaglipticos:

E na Birdie:

E é tudo neste "as demos são mais que as mães". Não se esqueçam de ver as prods não referidas ;)

Etiquetas:

12 Comentários:

Blogger Raistlin disse...

Gostei de ver a "Cravity of the moon". Estava a estranhar mais uma demo dos farbrausch com noise, mas quando fui ver o txt e vi lá o nome do ps ficou tudo claro para mim (que paradoxo, ele anda sempre de preto)! Está muito positiva, foi do noise mais melódico que já ouvi.


...será que estou a começar a apreciar noise? oh noes!

24/5/07 22:26  
Blogger KosmiCKhaoz disse...

Eu também gostei da demo mas pareceu-me um pouco incompleta... mas tenho de ver com mais atenção!

25/5/07 22:45  
Blogger xernobyl disse...

raistlin: Não percebes nada de arte. Aquilo não é noise. É "dark ambient" ou "illbient"... Ok não tenho bem a certeza do termo técnico correcto. Para saberes o que é noise a sério recomendo que oiças o "Animal Magnetism" de Merzbow. Ou talvez seja melhor uma coisa mais leve tipo o 1930. ;)
Se conseguires ouvir o Animal Magnetism inteiro pode-se dizer que estás a apreciar noise ;)
Talvez não seja boa ideia tentares ouvir isso num dia mau, nem tomes drogas quando fores ouvir!

28/5/07 01:49  
Blogger KosmiCKhaoz disse...

xernobyl, define "perceber de arte"

28/5/07 09:01  
Blogger Raistlin disse...

Ele também disse que eu não percebia de arte quando eu lhe disse que achava várias coisas foleiras na Popular Demo....

Quando a noise, dark ambient ou illbient, aí é mesmo verdade que não percebo nada disso. maaaaas a verdade é que estou viciado na windowlicker, que é uma música construída a partir de ruídos e sons distorcidos. Se calhar é a minha introdução ao que eu considero "noise".

28/5/07 11:37  
Blogger xernobyl disse...

Olha para mim a definir arte (isto não é um forum! às tantas era boa ideia passar estas cenas filosoficas para o forum da breeze ou scene.org... continuando): Arte é um canal de televisão que inspirou os sanity a criarem uma grande demo: http://www.pouet.net/prod.php?which=1477 (podem ler isso no scroller final da demo)

28/5/07 22:33  
Blogger KosmiCKhaoz disse...

ahhh e tal...

29/5/07 16:34  
Blogger xernobyl disse...

...sabem que quando o blog pede comentários é suposto serem sobre o artigo em causa, e não sobre algo completamente diferente, não sabem?

29/5/07 21:55  
Blogger KosmiCKhaoz disse...

Sei, mas tu é que começaste :P

29/5/07 22:50  
Anonymous breakneck disse...

Arte é aquilo que não pode ser apreciado quando se é trolha de segunda

30/5/07 11:41  
Blogger ps disse...

raistlin:

windowlicker é idm (intelligent dance music, nicho de musica electronica um bocado dificil de explicar sem referencias de artistas, muito ligada às editoras warp e rephlex, mais recentemente também os catalogos da planet-mu e m3rck tem muitos exemplos de cenas idm.

noise há varios estilos, o primordial é o chamado japnoise, sons de merzbow e masonna. e ao contrario do que o xrl disse, ouvir em dia mau é especialmente de valor.

illbient é nome dado a musica ambiente que nos faz sentir doente em vez de sereno. falsetes nas harmonias, quebras de momento em sitios errados mas mantendo um sentido de coesão, vertente ambiental mas a soar forçadamente algo errada. claro que abrange muita coisa o illbient, ha cenas mais harmonicas e cenas mais glitch, mas tou-te só a dizer no geral o sentido do genero.

dark ambient engloba muita cena, desde o drone puro, ao dark folk, a cenas mais epicas/medievais, som industrial ambiental, ao ambient espacial de kubrik/2001.

gravity of the moon é dark ambient (mais do tipo espacial) com glitch. logo, não é noise. :)

já agora diz-se glitch quando há uma certa busca ou abuso propositado do factor erro na criacao do tema. sugiro ouvires cordell klier - apparitions para entender a beleza sublime desse género.

2 centimos de cultura musical experimental :P

1/6/07 17:18  
Blogger Raistlin disse...

Eh lá, muito obrigado! Tenho de procurar mais idm então. Vou tentando estar atento e sempre à procura de mais info. Se for à euskal peço-te umas opiniões.

3/6/07 12:11  

Enviar um comentário

<< Inicio